sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

ALVO


É preciso estar constantemente atento ao nosso alvo.
Uma pequena distração, pode causar deslize.
Um pequeno deslize, pode nos fazer tropeçar.
Um pequeno tropeço, pode resultar em uma queda.

Para atingir o Alvo, deve-se atentamente e constantemente olhar para Ele.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

O AMOR DE CRISTO JESUS


"E conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento.

-- Efésios 3:19



A letra do hino escrita por Frederick M. Lehman "Sublime Amor" traz em palavras, imagens da magnitude imponente do amor divino:



Se em tinta o mar se transformasse,

E em papel o céu também,

E a pena ágil deslizasse,

Dizendo o que esse amor contém,

Daria fim ao grande mar,

Ao esse amor descrever,

E o céu seria mui pequeno

Pra tal relato conter.


Estas maravilhosas palavras referem-se à resposta de Paulo sobre o amor de Deus. O apóstolo orou para que os crentes pudessem "compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento" (Efésios 3:18-19). Ao refletir sobre estes versículos a respeito do amor de Deus, alguns estudiosos da Bíblia crêem que "largura" se refere ao Seu alcance mundial (João 3:16); "comprimento" se refere à Sua existência por todas as gerações (Efésios 3:21); "profundidade" Sua sabedoria profunda (Romanos 11:33); e "altura" se refere à vitória sobre o pecado, abrindo o caminho para o céu (Efésios 4:8).
Somos admoestados a valorizar este amor maravilhoso. Mas ao expandir nossa compreensão do amor de Deus, em breve compreenderemos que Sua medida total está além da nossa compreensão. Mesmo se a água do mar se transformasse em tinta, se nós a usássemos para descrever o amor de Deus, logo se esgotaria.



O AMOR DE DEUS NÃO PODE SER EXPLICADO -- APENAS VIVIDO."

Pão Diário, HDF

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

VIGILÂNCIA CONTRA AUTOCONFIANÇA

Estou lendo o livro A vida de David Brainerd, e estou um tanto deslumbrada com suas repentinas orações cotidianas, para ser mais precisa, do quanto ele orava. E isso muito mexeu comigo, me fez ou melhor está fazendo eu refletir sobre meu modo de ser, do ato de ser um cristão.
Certamente estou alegre de estar desfrutando de tão edificantes palavras e cresce dentro de mim o anseio por me voltar cada vez mais a Deus. Trago a memória neste momento a forma como foi minha conversão. Como foi magnífico Deus ter se revelado a mim e como minha vida foi totalmente transformada. E mais, quando me remete a memória experiência tão recentes e tão magníficas. E mais, as incontáveis bênçãos. Lágrimas escorrem de meus olhos diante de tal contemplação de tantas bênçãos que por serem tantas, são um tanto indizíveis, mais que pretendo relatar na medida que for possível mais adiante aqui. E mais, quando contemplo o Amor de DEUS, aí sim, não há o que dizer, pois é tão puro e sublime, tão imenso e tão perfeito, que vai além das dimensões que nossa razão pode alcançar.

Meu desejo de ti louvar, de ti exaltar, transborda de meu coração. Neste momento compreendo cada detalhe de sentimento que sobrevieram ao meu coração. Agora sim, reconheço que só pelo teu amor é que possível que eu tenha vida. Sem ti, nada sou e tu és infinitamente mais importante do que o próprio ar que respiro.
Sinto uma paz tão grande e quando olho para ti , não consigo conter minhas lágrimas de vergonha por sempre, e mais uma vez falhar e falhar. Bom o que passou não interessa, afinal já se foi. Mas, o agora sim, importa sim, o que estou fazendo agora, e o meu maior desejo Senhor é que eu possa ser como um vazo de honra em tuas mãos, um verdadeiro instrumento Teu, que Tua luz reflita através de mim e é bom lembrar que foram inúmeras as vezes que me acheguei a ti com este mesmo desejo e no entanto, tropecei, caí e falhei. Mas agora eu sinto que é muito diferente Senhor. Vejo que me era necessário estes tristes tropeços. Eles me proporcionaram ser tirado de mim a tão escrupulosa soberba, como se eu por mim mesma pudesse fazer alguma coisa. Aprendi que por mais que eu me esforce em fazer o bem, este é impossível alcançar se não estiver sobre sua dependência. Que o amor só se é possível sentir através de ti. Que sem ti nada sou e quem em ti, sou mais que vencedor em Cristo Jesus.
Entendo e compreendo claramente cada razão de cada circunstância que me permitiu passar, e desejo de ti servir cresce mais e mais dentro de mim.
Eis me aqui, Senhor.
Que diminua eu para que tu cresças Senhor.
Não quero mais te entristecer, com minhas atitudes infantis e um tanto inconstantes.
Mas que meu viver Senhor, a cada dia possa exaltar ao Teu Santo Nome. Que vidas possam ser alcanças e iluminas através do Teu fluir sobre mim.
É tão maravilhoso te sentir, que meu desejo é permanecer assim a todo instante.
Derrama da tua unção sobre mim Senhor.
Que Teu Santo Espírito aja através de mim. Que eu seja apenas instrumento em Tuas mãos.
E minha vigilância é contra a autoconfiança.

Louvado, engrandecido e exaltado seja sempre o Teu Nome, pois só Tu és digno de receber toda honra, glória, louvor e adoração.
Soberano, Santo e incomparável Deus de amor.
Louvado seja sempre o Teu Nome!!!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

TÃO SOMENTE E EXCLUSIVAMENTE AGRADAR AO SENHOR


Quando seguimos a voz de Deus, tudo, tudo ao nosso redor flui como uma orquestra sinfônica, cada detalhe compõem uma nota, onde todos acontecimentos constituem uma linda melodia.

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." Romanos 8:28

Não que não se tenha problemas, a diferença é que tudo ocorre para nosso crescimento e desenvolvimento e partir do momento que nos conscientizamos disso, sabemos que indiferente do que acontecer, a vitória já nos foi concedida em Cristo Jesus, então cabe a nós sempre nos regozijarmos no Senhor.
Ele é nosso Pai, cuida e zela de nossas vidas.

Nossa única preocupação deve ser AGRADAR AO SENHOR, e CONFIAR NELE, pois Ele cuida de tudo para nós.

Apartir do momento em que nos concentramos em AGRADAR AO SENHOR, tudo fluirá com mais e mais bonança, Ele certamente cuidará de tudo para nós.
Certamente não há nada mais jubiloso do que confiar nossas vidas ao Dono do mundo, Criador de todas as coisas e mais, a que pertence toda autoridade e poder sobre tudo e todos.

A PALAVRA DE ORDEM É: AGRADE AO SENHOR.

"Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração.
Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e o mais ele o fará."
Salmos 37: 4 e 5

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

OUVIR E SEGUIR A VOZ DE DEUS


Angústia... como que se fosse necessário enxergar uma seta reluzente a indicar a direção correta ou o primeiro passo. E tu me disseste que eu não caminharia como quem estivesse vagueando.
Então...
Elevo meus olhos aos montes, de onde vem meu socorro?
O meu socorro vem do Senhor
que os céus e a Terra criou.

E tu já me disseste claramente qual o primeiro passo. E reconheço qual o primeiro passo. Mais uma vez, humanamente olhando, é sem nexo, sem lógica, mas, minha confiança está em ti, e se me disseste para fazer isso, por mais ilógico que seja neste presente momento, farei. Porque eu confio em ti, Soberano Deus, a que pertence toda Autoridade e Poder sobre Tudo e sobre Todos.
És Tu meu Pai querido , meu ajudador, meu conselheiro, meu amigo, meu tudo. Em ti eu confio, Senhor. Então vamos lá mais uma vez...
e a sensação de agir conforme o teu querer sob teu aprouve, irradia meu coração... e já não há mais angústia, pois te sinto, te contemplo, como é grande a Tua Magestade!
Louvado, Engrandecido e Exaltado seja sempre o teu nome, pois só Tu és digno!!!
Obrigada por tudo, Senhor! Por cada detalhe, obrigada!!!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

ESTOU AQUI...


Quando você se levantou pela manhã, eu já havia preparado o Sol para aquecer seu dia, e o alimento para sua nutrição.
Sim, eu providenciava tudo isso enquanto vigiava seu sono, sua família e sua casa. Esperei pelo seu ?BOM DIA? mas você esqueceu. Você parecia ter tanta pressa que EU PERDOEI.
O Sol apareceu, as flores ofereceram seu perfume, a brisa da manhã lhe acompanhou, e você nem lembrou que EU é quem havia preparado tudo com carinho para você. Seus familiares sorriram, seus colegas lhe saudaram, você trabalhou, estudou, viajou, realizou negócios, alcançou vitórias, mas teve algumas decepções, fez tudo o que pode enquanto seu dia passava, mas não percebeu que EU estava cooperando, e mais, teria ajudado se você me tivesse dado a chance . . . EU sei, você corre tanto . . . EU PERDOEI. Você leu bastante, ouviu muita coisa, viu mais ainda, e não teve tempo de ler ou ouvir minha palavra. EU queria lhe falar, mas você não parou para ouvir. Lembra aquelas horas que você não sabia o que fazer ?, pois
é, Eu quis lhe aconselhar, mas você nem pensou nessa possibilidade. Seus olhos, seus pensamentos, seus lábios, seriam melhores. O mal seria menor em sua vida. A chuva que caiu a tarde foram minhas lágrimas por sua ingratidão, mas foram também minhas bênçãos sobre a terra, para que não lhe falte pão e água.
O seu dia findou, você voltou para casa, mandei que a lua e as estrelas tornassem sua noite mais bonita para lembrar- lhe do meu amor por você. Certamente agora você vai dizer ?OBRIGADO? e uma ?BOA NOITE?.
. . . PSIU ! Está me ouvindo ? Você já dormiu. Que pena! Tínhamos tanto para conversar e falar sobre como foi seu dia, mas ?BOA NOITE?. Durma bem. JESUS

domingo, 15 de fevereiro de 2009

SOBRE O AMOR


Alemanha - Inicio do século 20

Durante uma conferência com vários universitários, um professor da Universidade de Berlim desafiou seus alunos com esta pergunta:
“Deus criou tudo o que existe?"

Um aluno respondeu com grande certeza:
-Sim, Ele criou!

-Deus criou tudo?
Perguntou novamente o professor.

-Sim senhor, respondeu o jovem.

O professor indagou:
-Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal? Pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mau?

O jovem ficou calado diante de tal resposta e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era uma perda de tempo.

Outro estudante levantou a mão e disse:
-Posso fazer uma pergunta, professor?
-Lógico, foi a resposta do professor.

O jovem ficou de pé e perguntou:
-Professor, o frio existe?
-Que pergunta é essa? Lógico que existe, ou por acaso você nunca sentiu frio?

Com uma certa imponência rapaz respondeu:
-De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é suscetível de estudo quando possui ou transmite energia, o calor é o que faz com que este corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Nós criamos essa definição para descrever como nos sentimos se não temos calor.

-E, existe a escuridão? Continuou o estudante.
O professor respondeu temendo a continuação do estudante: Existe!

O estudante respondeu:
-Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode-se estudar, a escuridão não! Até existe o prisma de Nichols para decompor a luz branca nas várias cores de que está composta, com suas diferentes longitudes de ondas. A escuridão não!

Continuou:
-Um simples raio de luz atravessa as trevas e ilumina a superfície onde termina o raio de luz.
Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz presente nesse espaço, não é assim?! Escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente.

Finalmente, o jovem perguntou ao professor:
-Senhor, o mal existe?

Certo de que para esta questão o aluno não teria explicação, professor respondeu:
-Claro que sim! Lógico que existe. Como disse desde o começo, vemos estupros, crimes e violência no mundo todo, essas coisas são do mal!

Com um sorriso no rosto o estudante respondeu:
-O mal não existe, senhor, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é simplesmente a ausência do bem, é o mesmo dos casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus. Deus não criou o mal. Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz. O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente em seus corações. É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.

Por volta dos anos 1900, este jovem foi aplaudido de pé, e o professor apenas balançou a cabeça
permanecendo calado… Imediatamente o diretor dirigiu-se àquele jovem e perguntou qual era seu nome?

E ele respondeu:
ALBERT EINSTEIN, senhor!

sábado, 14 de fevereiro de 2009

DEUS NOS GUIA

MENSAGEM DE ANA PAULA VALADÃO"PROMESSA DE DIREÇAO

“O Senhor é meu pastor… Guia-me”

Como ovelhas do Bom Pastor reconhecemos a Sua voz e seguimos a Sua direção.



É maravilhoso pensar que não precisamos tomar uma decisão sem antes consultarmos o nosso Deus, que deseja participar em todas as áreas de nossas vidas. Apesar de ser um Deus tão grande, Ele se importa em nos ajudar e anseia que experimentemos esta dependência do Seu conselho. Aliás, nós é que negligenciamos o Seu amor, pois Deus está sempre disponível para nos ouvir e atender ao nosso clamor por sabedoria.



Lembro-me de uma experiência que me marcou profundamente. É tão simples, mas foi tão inesperada que me ensinou a sempre buscar a orientação divina, e não me apoiar em meu próprio entendimento. Como diz o provérbio: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento”.



Eu estava no carro com meu pai e um pastor de mais de oitenta anos de idade, que havia sido diretor e professor no seminário quando meu pai ainda era um estudante. Agora, tantos anos depois, meu pai fazia a ele um convite para que viesse a ser o diretor de um seminário teológico em Lagoinha, e a proposta, em todos os aspectos, era muito boa. Eu, tão jovem e empolgada pensei que ele diria sim naquele exato momento. Qual não foi a minha surpresa ao ouvir sua resposta: “Márcio, eu vou orar para saber qual é a vontade do Senhor”.



Parece tão comum, mas na prática não é assim. Somos tão afoitos, independentes, e ali estava aquele homem velho, experimentado, cheio de sabedoria, preferindo não dar uma resposta imediatamente, sem antes ter a certeza de ouvir e seguir a direção de Deus. Depois de alguns dias ele respondeu que não iria aceitar a proposta.



Sei que algumas vezes não temos muito tempo para fazer uma escolha. Precisamos ser ágeis e aproveitar as oportunidades. Mas é diferente se mantemos uma comunhão constante com o Senhor, se temos buscado Sua face diligentemente em oração, se estamos “ligados” em Seu Espírito. No momento oportuno, ouviremos Sua voz e teremos nosso coração cheio de Sua sabedoria e direção.



Lembro-me de Neemias, que estava em jejuns e clamores diante de Deus em favor das ruínas de Jerusalém. Diante da pergunta do rei Ataxerxes, lemos no capítulo 2, verso 4, que Neemias fez uma “oracão relâmpago”, e ao abrir de sua boca, na dependência de Deus, ele pediu que pudesse ir reconstruir sua cidade. “Disse-me o rei: Que me pedes agora? Então, orei ao Deus dos céus e disse ao rei…”



Como ovelhas dependentes do Sumo Pastor, que estejamos prontos a buscar a Sua direção. Ele promete que Sua Palavra será a lâmpada para nossos pés e luz para os nossos caminhos. Não precisaremos dar um passo sequer no escuro, mas caminharemos seguros de que estamos andando no centro da Sua vontade e direção."

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

O IMENSO AMOR DO PAI


Eis uma Lei não muito conhecida: TUDO QUE ACONTECE, CADA DETALHE, SÓ ACONTECE POR PERMISSÃO DEUS, E EM CADA ACONTECIMENTO, DEUS TEM UM PROPÓSITO.
E A INTENÇÃO MAIOR, QUE REGE TODOS OS PRÓPOSITOS É NOSSO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL.


Certa tarde, em prantos questionava o Senhor sobre algo que permitiu que acontecesse.
Aconteceu que alguém que eu prezo muito, que amo imensamente sem razão aparente me magoou. Me concentrava em agradar tal pessoa e essa pessoa me decepcionou naquele dia. Então me voltei ao Senhor, e o questionava porque estava permitindo sentir aquela magoa que doía por dentro e o Senhor calou meu pranto quanto me disse: É ASSIM QUE ME SINTO. FAÇO TUDO POR VOCÊ, TUDO PRA VER O SORRISO NO SEU ROSTO, TE COBRI DE BÊNÇÃOS E VOCÊ ME MAGOA ASSIM TODA VEZ QUE TODA VEZ QUE NÃO ME ATRIBUI O PRIMEIRO LUGAR EM SUA VIDA, TODA VEZ QUE POR AÇÕES, POR PALAVRAS OU POR PENSAMENTOS VOCÊ PECA.

Neste momento meu coração bateu forte e fez crescer ainda mais o meu amor, e o desejo de somente agradar a Deus, apesar de reconhecer sermos pecadores, cabe a nós almejar incessantemente a santidade.

EM TODA E QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA QUE ESTIVER VIVENCIANDO, PROCURA PERCEBER QUAL APRENDIZADO DEUS QUER QUE TIRE DE TAL SITUAÇÃO, SENDO ASSIM, SE FOR UMA SITUAÇÃO DIFÍCIL, O QUANTO ANTES DETECTAR E APRENDER A LIÇÃO, TÃO MAIS RÁPIDO PASSARÁ.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

"VIVER SEM CONFIAR EM DEUS É COMO DIRIGIR NO NEVOEIRO"

"Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas."
Provérbios 3:6



"O dia que antecedeu ao seu 52.° aniversário, Abraham Lincoln deixou Springfield, Illinois, para tornar-se Presidente dos EUA. Com a ameaça de uma guerra civil no horizonte, ele se despediu de seus amigos e vizinhos que vieram vê-lo partir, e
lhes disse: "Eu estou indo embora, não sabendo quando, ou se eu voltarei, tendo diante de mim uma tarefa maior do que aquela que o Presidente Washington teve
sobre ele. Sem a assistência do mesmo Ser Divino que sempre cuidou dele, eu não posso ter sucesso. Mas com esta assistência, não irei falhar. Confio nele que
pode ir comigo e permanecer com vocês e estar em todo lugar para o bem, vamos esperar confiantemente que tudo ficará bem. Recomendo-lhes aos Seus cuidados e espero que vocês em suas orações também me recomendarão a Ele, assim me despeço
de vocês".
A confiança de Lincoln ao esperar em Deus por orientação e forças reflete a instrução de Salomão: "Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes
no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas" (Provérbios 3:5-6).
Neste segundo centenário de aniversário do nascimento de Lincoln, celebramos a
sua amabilidade, integridade e coragem. Dele também podemos aprender como enfrentar um futuro temeroso, com esperança confiante no Senhor."

Nosso Pão Diário("DCM")

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

MEMORANDO DE DEUS















"Vejo que choras.
Teu choro atravessa a escuridão, infiltra-se pelas nuvens, mistura-se com a luz das estrelas e chega ao meu coração, na trilha de um raio de Sol. Angustiei-me pelo grito de uma lebre estrangulada no laço de uma armadilha, um pardal caído do ninho materno, uma criança que se batia indefesa num lago, um filho que derramava seu sangue na cruz. Sabes que te escuto.






Fica em paz. Acalma-te.Eu trago o alívio para o teu pesar, pois sei qual é a causa...e a cura.



Choras por todos os teus sonhos de infância, que desapareceram com os anos. Choras por todo o teu amor próprio, que foi corroído pelo fracasso.Choras por todo o teu potencial, que foi barganhado por segurança.Choras por toda a tua individualidade, que foi pisoteada pelas multidões.Choras por todo o teu talento, que foi desperdiçado pelo uso errado.Encaras a ti mesmo com vergonha e te voltas, apavorado, da imagem que vês refletida na superfície da água. Quem é esse deboche de humanidade que te fita, com os olhos descorados de vergonha?
Onde está a graça dos teus modos, a beleza de tua figura, a rapidez de teus movimentos, a clareza de tua mente, a eloqüência da tua língua? Quem roubou os teus bens? A identidade do ladrão é tua conhecida, como é de mim?Certa feita colocaste tua cabeça em um travesseiro de grama, no campo de teu pai e fitaste uma catedral de nuvens, e soubeste que todo o ouro da Babilônia seria teu, com o tempo.Certa feita leste em muitos livros e escreveste em muitas tábuas, convencido além de qualquer dúvida de que toda a sabedoria de Salomão seria igualada e ultrapassada por ti.E as estações transformaram-se em anos, até que tu reinasses supremo, em teu próprio jardim do paraíso.






Lembras-te de quem implantou esses planos e sonhos e sementes de esperança em ti? Não podes lembrar. Não tens recordação daquele momento, quando surgiste pela primeira vez no ventre de tua mãe e coloquei minha mão em teu cenho macio. E do segredo que cochichei em tua pequena orelha, quando leguei minhas bênçãos a ti?Lembras-te do nosso segredo? Não podes lembrar.



Os anos passados destruíram tua recordação, pois te encheram o espírito de medo, dúvida, ansiedade, remorso, ódio, e onde essas feras habitam, não há espaço para recordações alegres.



Não chores mais. Estou contigo... este momento é a linha divisória da tua vida.






Tudo que se passou antes não parece mais do que com este tempo em que dormiste dentro do ventre de tua mãe. O que é passado morreu. Que os mortos sepultem os mortos.



No dia de hoje, regressas dos mortos-vivos.






No dia de hoje, como Elias com o filho da viúva, eu me estendo sobre ti três vezes e voltas a viver. No dia de hoje, como Elisha com o filho do shunamita, ponho minha boca sobre a tua, meus olhos sobre os teus, minhas mãos sobre as tuas, e tua carne volta a aquecer-se.



No dia de hoje, como Jesus no túmulo de Lázaro, ordeno-te que saias, e tu sairás andando de tua caverna do destino, afim de começar a vida nova. Este é o dia do teu nascimento. Esta é a tua nova data de nascimento. Tua primeira vida, como uma peça de teatro, foi apenas ensaio. desta vez a cortina subiu. Desta vez o mundo observa, espera para aplaudir. Desta vez não fracassarás. Acende as tuas velas. Divide o teu bolo. Serve o vinho. Tu renascestes.



Como uma borboleta saída da crisálida, voarás...tão alto quanto quiseres e nem as vespas, nem as libélulas, nem os louva-a-deus da humanidade obstruirão tua missão ou tua procura pelas verdadeiras riquezas da vida.







Sente minha mão em tua cabeça. escuta minha sabedoria. Deixa-me partilhar contigo, mais uma vez, o segredo que ouviste ao nascer e esqueceste. "És o meu maior milagre".






És o maior milagre do mundo.Foram estas as primeiras palavras que ouviste. Depois, choraste. Todos choram.Não acreditaste em mim, nessa ocasião...e nada aconteceu, nos anos decorridos, para corrigir tua descrença. pois como podias ser um milagre, quando te consideras um fracasso nas tarefas mais comuns?



Como podes ser um milagre, quando tens pouca confiança ao lidar com as mais banais responsabilidades?



Como podes ser um milagre, quando te achas acorrentado pela dívida e ficas acordado, atormentado, para saber de onde virá o pão de amanhã?




Basta. O leite derramado azedou. Mesmo assim, quantos profetas, quantos homens sábios, quantos poetas, quantos artistas, quantos compositores, quantos cientistas, quantos filósofos e mensageiros enviei com a mensagem de tua divindade, teu potencial para a divindade e os segredos da realização? Como foi que os trataste?Ainda assim eu te amo e estou contigo agora, por meio destas palavras, afim de cumprir o profeta que anunciou que o Senhor voltará a por a mão pela Segunda vez, afim de recuperar o resto de sua gente.Eu recoloquei a minha mão.
Esta é a Segunda vez.Tu és o que me resta.De nada adianta perguntar; não soubeste, não ouviste, não te foi contado desde o início, não o compreendeste, desde os fundamentos da Terra?Tu não soubeste; não ouviste; não compreendeste.A ti foi dito que és uma divindade em disfarce, um deus se fazendo de tolo. A ti foi dito que és uma obra especial, nobre na razão, infinita em faculdades, precisa e admirável em forma e movimentando-se como um anjo, como um deus na apreensão. A ti foi dito que és o sal da terra.Recebeste o segredo até mesmo de mover as montanhas, executar o impossível.Não acreditaste em ninguém. Queimaste o teu mapa da felicidade, abandonaste teu direito à paz de espírito, apagaste as velas que haviam sido colocadas ao longo de tua trilha destinada de glória; depois cambaleaste, te perdeste e te assustaste na escuridão da futilidade e autocomiseração, até tombares em um inferno da tua própria criação.Depois choraste, bateste no peito e amaldiçoaste a sorte que te havia sido dada. Tu te recusaste a aceitar as conseqüências de teus próprios pensamentos mesquinhos, feitos indolentes, e procuraste um bode expiatório, para a ele incriminar por teu fracasso. Com que rapidez o descobriste...




Tu me incriminaste, a mim! Gritaste que tuas deficiências, tua mediocridade, tua falta de oportunidade, teus fracassos...eram a vontade de Deus.Estavas errado! Examinemos. Vamos, antes, relacionar as tuas deficiências, pois como posso pedir-te que construas uma vida nova, se não tiveres as ferramentas?És cego?






O Sol se ergue e se põe sem que o vejas? Não. Podes ver...e os cem milhões de receptores que coloquei em teus olhos capacitam-te a desfrutar a mágica de uma folha, um floco de neve, um lago, uma águia, uma criança, uma nuvem, uma estrela, uma rosa, um arco íris...e a expressão do amor. Conta uma benção.




És surdo? Pode uma criança rir ou chorar sem que escutes? Não. Tu ouves...e as vinte e quatro mil fibras que coloquei em cada um de teus ouvidos vibram com o vento nas árvores, as ondas que se desmancham nas rochas, a majestade de uma ópera, a súplica de um pássaro, crianças brincando...e as palavras eu te amo. Conta outra benção.




És mudo? Teus lábios se movem e só emitem saliva? Não podes falar...como nenhuma outra de minhas criaturas, e tuas palavras podem acalmar os raivosos, animar os desanimados, encaminhar o desalentado, alegrar os infelizes, aquecer os solitários, louvar os dignos, encorajar os derrotados, ensinar os ignorantes...e dizer eu te amo". Conta outra benção.




És paralítico? Tua forma inerme esbulha a terra? Não. Tu podes mover-te. Não és uma árvore condenada a um local enquanto o vento e o mundo abusam de ti. Podes espreguiçar-te, comer dançar e trabalhar, pois dentro de ti coloquei quinhentos músculos, duzentos ossos e sete milhas de fibras nervosas, todos sincronizados por mim, afim de fazerem o que queiras. Conta outra benção.




Não és amado e não amas? A solidão te engolfa, noite e dia? Não, não é mais assim. Pois agora conheces o segredo do amor, que, para se receber deve ser dado sem qualquer idéia de retribuição.






Amar para obter realização, satisfação ou orgulho não é amor. Amar é um bem pelo qual não se exige retribuição alguma. Agora sabes que amar sem egoísmo constitui sua própria recompensa.E mesmo que o amor não seja retribuído, não se perde, pois voltará a ti e abrandará e purificará o teu coração. Conta outra benção. Conta duas vezes.




O teu coração está abalado? Ele vaza e se esforça para manter a tua vida? Não. teu coração é forte. Toca em teu peito e sente o teu ritmo, pulsando, na hora, dia e noite, trinta e seis milhões de batidas a cada ano, ano após ano, adormecido ou desperto, bombeando teu sangue por mais de sessenta mil milhas de veias, artérias e capilares...bombeando mais de seiscentos mil galões por ano. O homem nunca criou máquina assim. Conta outra benção.




Estás com doenças de pele? As pessoas se voltam e fogem apavoradas à tua aproximação?Não. Tua pele está limpa, é uma maravilha da criação, precisando apenas que a trates com sabão, óleo, escova e cuidados. Com o tempo, o mais forte dos metais se desgastará com o uso, mas não essa camada que constituí em volta de ti. Ela se renova constantemente, as células antigas substituídas pelas novas, exatamente como o ser antigo que és tu, te vês agora substituído pelo novo. Conta outra benção.




Teus pulmões estão poluídos? O alento da vida luta para entrar em teu corpo? Não. Tuas portinholas para a vida sustentam-te até nos mais conspurcados ambientes de tua própria feitura e sempre trabalham para filtrar o oxigênio que dá a vida, enquanto livram teu corpo de detritos gasosos. Conta outra benção.




Teu sangue está envenenado? Acha-se diluído em água e pus? Não. Dentro de 5 litros de sangue encontram-se 22 trilhões de células sanguíneas e dentro de cada célula encontram-se milhões de moléculas, e dentro de cada molécula há átomos oscilando mais de 10 milhões de vezes por segundo. A cada segundo, 2 milhões de tuas células sanguíneas morrem, sendo substituídas por outros dois milhões, em uma ressurreição que prossegue desde o teu primeiro nascimento. Conta outra benção.




És deficiente mental? Já não podes pensar por ti próprio? Não. Teu cérebro é a estrutura mais complexa do universo. Eu sei. Dentro de seu um quilo, existem 13 bilhões de células nervosas, número três vezes maior que o de pessoas em tua Terra. para ajudar-te a guardar cada percepção, cada som, cada sabor, cada cheiro, cada ato que vivenciastes desde o dia do teu nascimento, eu implantei, dentro de tuas células, mais de mil milhões de moléculas de proteínas. Cada incidente em tua vida está ali, esperando apenas a tua chamada. e para auxiliar teu cérebro no controle do teu corpo, eu espalhei, por toda a tua forma, quatro milhões de estruturas sensíveis à dor, quinhentos mil detectores de tato e mais duzentos mil detectores de temperatura. Nenhum ouro de nação alguma se acha melhor protegido do que tu.
Nenhuma de tuas amigas maravilhosas é melhor do que tu.Tu és a minha melhor criação.Dentro de ti existe energia atômica suficiente para destruir qualquer das grandes cidades do mundo e...reconstruí-la.És pobre? Não existe ouro ou prata em tua bolsa? Não. Tu és rico! Juntos acabamos de contar a tua riqueza. Examina a lista. Volta a contá-la. Calcula os teus bens!




Por que te traíste, a ti próprio? Por que afirmaste, aos gritos, que todas as bênçãos da humanidade te haviam sido tiradas? Por que te enganaste a ti próprio, afirmando que estavas impotente para modificar a tua vida? Estás destituído de talento, sentidos, capacidades, prazeres, instintos, sensações e orgulho? Estás destituído de esperança? Por que te encolhes nas sombras, um gigante derrotado, esperando apenas um transporte para o vazio bem-vindo e a umidade do inferno? Tu tens tanto! Tuas bênçãos transbordam em tua taça...e tu não deste atenção a elas , como uma criança mimada e no luxo, pois eu as conferi a ti com generosidade e regularidade.Responde-me. responde a ti mesmo. Que homem , rico, velho e doente, fraco e indefeso, não trocaria todo o ouro em seu cofre pelas tuas bênçãos, a que deste tão pouca importância?




Toma conhecimento, então, do primeiro segredo da felicidade e êxito; o de que possuís, agora mesmo, todas as bênçãos necessárias para alcançares grande glória. Elas são o teu tesouro, tuas ferramentas com que construir, a começar de hoje, o alicerce para uma vida nova e melhor. Assim sendo, eu te digo, conta minhas bênçãos e já sabes que és minha maior criação. esta é a primeira lei a que deves obedecer, afim de executares o maior milagre do mundo, o regresso da tua humanidade vinda da morte viva.E sê reconhecido por tuas lições aprendidas na pobreza. Pois não é pobre aquele que tem pouco, mas aquele que deseja muito...e a verdadeira segurança não está nas coisas que se possui, mas nas coisas sem as quais não se pode viver.Onde estão as deficiências que produziram teu fracasso? Existiam apenas em tua mente. Conta as tuas bênçãos.




E a Segunda lei é como a primeira, proclama tua raridade. Tu te condenaste a um refugo de olaria e lá estavas, incapaz de perdoar o teu próprio fracasso, a te destruir com ódio o ti mesmo, auto-recriminações e revolta por teus crimes contra ti mesmo e outros. Não estás perplexo? Não te espantas com o motivo pelo qual posso perdoar teus fracassos, tuas transgressões, teus modos deploráveis...quando tu não podes perdoar a ti próprio?
Eu te falo agora por 3 motivos. Precisas de mim. Não és um em uma manada que marcha para a destruição em massa parda de mediocridade. E...tu és uma grande raridade. Examina uma pintura de Rembrandt, um bronze de Degas, um violino de Stradivarius ou uma obra de Shakespeare. Eles tem grande valor por 2 motivos: seus criadores foram mestres e são poucos em número. No entanto, existem mais do que um de cada um deles. Por esse raciocínio, tu és o tesouro mais valioso da face da Terra, pois tu sabes quem te criou e existe apenas um de ti.






Nunca, em todos os 70 bilhões de seres humanos que caminham neste planeta desde o início dos tempos, houve alguém exatamente igual a ti. Nunca, até o fim dos tempos, haverá outro tal como és.




Tu não demonstraste conhecimento ou apreciação por tua singularidade. No entanto, tu és a coisa mais rara do mundo. De teu pai, em seu momento de amor supremo, fluíram inúmeras sementes de amor, mais de quatrocentos milhões em número. Todas elas, ao nadarem dentro de tua mãe, perderam o ânimo e morreram. Todas, menos uma! E essa eras tu. E começaste uma vida nova. A tua vida. Tu chegastes, trazendo contigo, como faz toda criança, a mensagem de que eu ainda não estava desanimado do homem. Duas células agora unidas em milagre. Com todas as combinações à minha ordem, iniciando-se com aquele espermatozóide isolado de seu pai, um de quatrocentos milhões, passando pelas centenas de genes em cada um dos cromossomos de tua mãe. Eu poderia ter criado trezentos mil milhões de seres humanos, cada qual diferente do outro.Mas, a quem eu criei? A ti! Um único. O mais raro dos raros. Um tesouro sem preço, dotado de qualidades mentais, de fala e movimento, aparência e atos, como nenhum outro já existiu, existe ou existirá.






Porque te avaliaste em centavos , quando vales todo o tesouro de um rei? Porque ouviste aqueles que te diminuíam...e, muito pior, porque acreditaste neles? Escuta. Não esconda mais tua raridade na escuridão. Trazei-a à luz. Mostra ao mundo. Esforça-te para não caminhar como o teu irmão caminha, nem falar como teu líder fala, nem trabalhar como trabalha o medíocre. Jamais faça como o outro. Nunca imites. Pois nunca sabes se vais imitar o mal, e aquele que imita o mal sempre vai além do exemplo estabelecido, enquanto que aquele que imita o que é bom, sempre fica aquém disso. Não imites ninguém. Sê tu próprio.




Esta é portanto, a Segunda lei. Proclama a tua raridade. E agora recebeste duas leis. Conta tuas bênçãos. Proclama tua raridade. Não tens deficiências. Não és medíocre. Obriga-te a sorrir. Reconhece como te enganaste a ti mesmo. Que me dizes da tua própria queixa? A oportunidade nunca te procura?Escuta, e ela passará a te procurar, pois agora eu te dou a lei do êxito em todos os empreendimentos. Há muitos séculos, esta lei foi dada a teus antepassados, do cimo de uma montanha. Alguns ouviram a lei, e vê, sua vida preencheu-se com os frutos da felicidade, realização, ouro e paz de espírito. A maioria não deu ouvidos, pois procurava meios mágicos, caminhos dévios, ou esperou pelo demônio chamado sorte para que lhe entregasse as riquezas da vida. Esperou em vão...assim como tu esperaste, e depois chorou, como tu choraste, atribuindo sua falta de sorte à minha vontade.






A lei é simples. Jovem ou velho, indigente ou rei, negro ou branco, homem ou mulher...todos podem utilizar o segredo com vantagem, pois, de todas as regras e discursos e escrituras de êxito e como alcança-la, apenas um método jamais falhou...quem quer que te obrigue acompanhá-lo por uma milha...acompanha-o por duas.
Esta, portanto é a terceira lei...o segredo que produzirá riquezas e aclamações além dos teus sonhos...Anda mais uma milha!
O único meio certo de êxito é prestar mais e melhor serviço do que esperam de ti, não importa qual seja tua tarefa. Este é um hábito seguido por todas as pessoas vitoriosas, desde o início dos tempos. Assim sendo, eu te mostro o caminho mais certo para te condenares à mediocridade, qual seja executares apenas o trabalho pelo qual és pago. Não creias que estás sendo tapeado, se entregares mais do que a prata que recebes. Pois existe um pêndulo para toda a vida, e o suor que entregas, se não for recompensado hoje, voltará amanhã duplicado. O medíocre nunca anda mais de uma milha, pois deixa de ver o motivo pelo qual deve tapear a si próprio, ao que acredita. Mas tu não és medíocre.



Andar mais uma milha é privilégio do qual deves te apropriar por tua própria iniciativa. Não podes, não deves evitá-lo. É negligenciar, fazer apenas tão pouco quanto os outros, e a responsabilidade por teu fracasso será apenas tua.Não podes mais prestar serviços sem receber compensação justa do que podes impedir a prestação deles sem sofrer a perda da recompensa.






Causa e efeito, meios e fins, sementes e fruta não podem ser separados. O efeito já floresce na causa, o fim preexiste no meio, e a fruta está sempre na semente.
Anda mais uma milha.




Não te preocupes, caso venhas a servir a um senhor ingrato. Serve-o mais.E em vez dele, que seja eu quem se encontra em tua dívida, pois então saberás que cada minuto, cada gesto de serviço a mais será pago. E não te preocupes, caso tua recompensa não venha logo. Quanto mais tempo retarda o pagamento, melhor para ti...e juros compostos sobre juros compostos são o maior benefício dessa lei. Não podes ordenar o êxito, apenas o podes merecer...e agora conheces o grande segredo necessário para merecer a sua recompensa rara.
Anda mais uma milha!
Onde está esse campo do qual tu gritaste, choraste, dizendo que não havia oportunidade? Olha! Olha ao redor. Vê onde ainda ontem espojavas nos detritos da autocomiseração, agora caminhas bem ereto, sobre um tapete de ouro. Nada mudou, apenas tu, mas tu és tudo.Tu és meu maior milagre. Tu és o maior milagre do mundo. E, agora, as leis da felicidade e êxito são três. Conta tuas bênçãos! Proclama tua raridade! Anda mais uma milha!Sê paciente com o teu progresso. Contar tuas bênçãos com gratidão, proclamar tua raridade com orgulho, percorrer mais uma milha e depois outra, tais atos não são realizados ao piscar de um olho. No entanto, aquilo que adquires com mais dificuldade é que reténs por mais tempo; como aqueles que adquiriram uma fortuna são mais cuidadosos com ela do que aqueles aos quais ela chegou por herança. E não receies ao ingressares em tua vida nova. Cada aquisição nobre é acompanhada por seus riscos. Aquele que receia encontrar-se com uma não deve contar obter a outra. Agora sabes que és um milagre.
E não existe medo em um milagre.



Orgulha-te. Não és o capricho momentâneo de um criador descuidado, fazendo experiências no laboratório da vida. Não és o escravo de forças que não podes compreender. Não és a manifestação livre de nenhuma outra força senão a minha, de nenhum outro amor senão o meu. Foste feito com um intuito. Sente minha mão. Ouve minhas palavras. Precisas de mim... e eu preciso de ti. Temos um mundo a reconstruir...e se tal requer um milagre, o que é isso para nós? Ambos somos milagres, e agora temos um ao outro. Nunca perdi a fé em ti, desde aquele dia em que primeiro te fiz de uma onda gigantesca e te atirei, indefeso, sobre as areias. Em tua medida de tempo, tal ocorreu há mais de quinhentos milhões de anos. Muitos foram os modelos, muitas as formas, muitas as dimensões, até que eu atingisse a perfeição em ti.
Não fiz qualquer outro esforço para aperfeiçoar-te em todos esses anos.
Pois como se poderia aperfeiçoar um milagre? Tu eras uma maravilha a contemplar e eu me satisfiz. Dei-te este mundo e o domínio sobre ele.






Dei-te o poder de imaginar. Depois, afim de te capacitar a alcançar teu pleno potencial, coloquei minha mão em ti, mais uma vez e dotei-te de poderes desconhecidos a qualquer outra criatura do Universo, até o dia de hoje.Dei-te o poder de pensar. Dei-te o poder de amar. Dei-te o poder de querer. Dei-te o poder de rir. Dei-te o poder de imaginar. Dei-te o poder de criar. Dei-te o poder de planejar. Dei-te o poder de falar. Dei-te o poder de orar.Meu orgulho em ti não conheceu limites. Eras minha criação suprema, meu milagre maior. Um ser vivo completo, criatura que pode ajustar-se a qualquer clima, a qualquer vicissitude, a qualquer desafio. Criatura que pode cuidar de seu próprio destino sem qualquer interferência minha. Criatura que pode traduzir uma sensação ou percepção, não por instinto, mas por pensamento e deliberação, levando-a a qualquer ato que fosse melhor para ela e para toda a humanidade. Assim chegamos à Quarta Lei de êxito e felicidade...pois eu te dei um poder mais, poder tão grande que nem mesmo meus anjos o possuíam...Eu te dei...poder de escolher. Com este Dom, coloquei-te acima atá mesmo dos meus anjos...pois os anjos não tem a liberdade de escolher o pecado. Dei-te o controle completo sobre o teu destino. Eu te disse para determinares, por ti próprio, tua própria natureza, de acordo com tua própria vontade livre. Nem divino, nem terreno em natureza, estavas livre para modelar-te na forma que preferisses. Tinhas o poder de escolher a degeneração para formas mais baixas de vida, mas também tinhas o poder, pelo juízo de tua alma, de renascer nas formas mais elevadas, que são divinas. Nunca retirei o teu grande poder, o poder de escolher. O que fizeste com esta força tremenda? Olha para ti mesmo. Pensa nas escolhas que fizeste em tua vida e lembra, agora, aqueles momentos amargos em que cairias de joelhos se, ao menos, tivesses a oportunidade de voltar a escolher.






O que passou, passou...e agora, tu conheces a Quarta grande lei da felicidade e êxito...usa com sabedoria o poder da tua escolha.
Escolhe amar...em vez de odiar.
Escolhe rir...em vez de chorar.
Escolhe criar...em vez de destruir.
Escolhe perseverar...em vez de desistir.
Escolhe louvar...em vez de difamar.
Escolhe curar...em vez de ferir.
Escolhe dar...em vez de roubar.
Escolhe agir...em vez de lamentar.
Escolhe crescer...em vez de apodrecer.
Escolhe orar...em vez de amaldiçoar.
Escolhe viver...em vez de morrer.




Agora sabes que teus infortúnios não foram a minha vontade, pois todo o poder estava depositado em ti, e o acúmulo de feitos e pensamentos que te colocaram no refugo da humanidade foram tua obra, não minha. Meus dons de poder foram grandes demais para tua natureza pequena. Agora tu te tornaste alto, sábio, e os frutos da terra serão teus. És mais do que um ser humano. És capaz de grandes maravilhas. Teu potencial é ilimitado. Quem mais, entre minhas criaturas, conquistou o fogo? Quem mais, entre minhas criaturas, conquistou a gravidade, perfurou os céus, dominou a doença e a pestilência e a seca? Nunca mais voltes a te diminuir! nuca mais te conformes com as migalhas da vida! Nunca mais escondas teus talentos, a partir deste dia! Lembra-te da criança que diz: "quando eu for grande..." Mas o que é isso? Pois o menino grande diz: "Quando eu crescer..." E quando crescido, , ele diz: "Quando eu me casar..." Mas estar casado, o que é isto, afinal? O pensamento transforma-se então para: "Quando eu me aposentar..." E então, chega a aposentadoria, e ele lança o olhar sobre a paisagem que atravessou; o vento frio sopra sobre ele e, de algum modo, ele perdeu tudo aquilo, e o que queria desapareceu. Desfruta este dia, hoje...e amanhã, amanhã. Executaste o maior milagre do mundo. Voltaste de uma morte viva. Não mais sentirás autocomiseração, e cada dia será um desafio e uma alegria. Tu renasceste...mas, exatamente como antes, podes escolher o fracasso e o desalento, ou o êxito e a felicidade. A escolha é tua. A escolha é exclusivamente tua. Eu só posso observar como antes...com satisfação...ou pesar. Lembra-te, então, das quatro leis da felicidade e êxito.




Conta tuas bênçãos.
Proclama tua raridade.
Anda mais uma milha.
Usa sabiamente o teu poder de escolha.
E mais uma, para completar as quatro outras. Faz todas as coisas com amor...amor por ti próprio, amor por todos os outros, amor por mim. Enxuga tuas lágrimas. Estende a mão, apanha a minha, põe-te ereto. Deixa-me retirar as mortalhas sepulcrais que te envolviam. Neste dia, foste notificado.
TU ÉS O MAIOR MILAGRE DO MUNDO!
"


(Og Mandino, em "O maior milagre do mundo")

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O Teu Amor

A cada minuto que passa me volto ao relógio, e uma certa angústia aflora dentro de mim.
Pai, que faço?... só sei lhe dizer... perdão
Este silêncio da minha parte me angustia, me paralisa totalmente.
De novo, o erro se repete.... e isso é muito ruim. É um retrocesso. Preciso ver-te e ouvir-te... não consigo... ou melhor... até dá para caminhar assim, só que p/mim, não faz sentido. E nisso tudo, é possível notar amor, amor.
Porque se não houvesse amor, haveria a indiferença, e tudo fluiria normalmente, mas é notável o amor, pois me sinto tão incomodada, tão ansiosa por sentir teu perdão mais uma vez, que não consigo prosseguir.
Simplesmente percebo que minha dependência por tua presença se intensifica cada vez mais, o amor cresce... e isso, me alegra, porque não há nada mais precioso, belo e maravilhoso que contemplar a tua majestade, o teu poder e sobretudo o teu amor.
E a voz que emerge do meu coração, que certamente esta ouvindo agora Pai, é de desejo, desejo por sentar junto a ti, olhar p/ti e te contemplar e te sentir.
E quando olho pra ti Pai, não há nada mais sublime. Perfeito, soberano e Pai de amor.
Quando comecei a te conhecer, fiquei deslumbrada com teu poder. Foi o que primeiro me chamou a atenção. Depois, foi tua fidelidade, pois sempre me surpreende cumprindo cada propósito que declarou a mim. Mais agora, nos últimos tempos, o que me tornou dependente de ti, é o teu amor. A cada dia que se passa, em cada gesto teu Senhor, eu me deslumbro, e me encanto de tal forma que não há palavras que eu possa usar para expressar o teu amor que é perfeito, puro e tremendo.
E já não há mais angústia, porque sinto o Teu Amor!

Obrigada!!! Louvado e exaltado seja sempre o Teu Nome!!!